DicasMarketing Digital

10 Dicas de Marketing Digital para empresas B2B

0 comments

Cada vez mais, as empresas B2B estão ingressando no marketing digital. Ao contrário do que muitos profissionais dessa área pensam, o webmarketing é capaz (sim) de gerar muito resultado para tais empresas.

Na verdade, uma pesquisa realizada pelo próprio Google apontou que empresas B2B que investem em marketing digital conseguem até 52% mais resultados, do que suas concorrentes que não investem.

E isso acontece porque, por mais que os negócios nesse ramo sejam fechados – em 90% dos casos – off-line, as empresas são formadas por pessoas.

De modo que, essas pessoas, tomadoras de decisão, estão no mundo digital. Elas continuam pesquisando sobre fornecedores na internet, continuam lendo blogs, acessando o Facebook e, principalmente, checando seus e-mails.

E é justamente nestes momentos em que as empresas B2B devem agir, oferecendo seus anúncios e trabalhando uma boa campanha de marketing digital.

Pensando nisso, nós resolvemos criar este artigo com 10 dicas de Marketing Digital para empresas B2B.

Mas, antes, clique aqui e inscreva-se para receber as atualizações do nosso blog, com dicas e ferramentas para lhe ajudar a vender mais, diretamente no seu e-mail, completamente de graça!

01: Leads

Um erro comum que muitos empresários do ramo B2B cometem é esquecer-se de gerar leads em suas campanhas de marketing digital.

Afinal de contas, por mais que os negócios deste nicho sejam fechados, quase sempre, off-line, promover uma interação e passar estes leads por um funil de vendas aumenta – e muito! – as chances de se concretizar um negócio.

Isso porque estes clientes em potencial estarão mais preparados para ouvir sobre sua empresa e, principalmente, já irão ver sua empresa como líder de mercado, como autoridade no assunto.

E, falando em autoridade, a próxima dica é basicamente sobre isso:

02: Marketing de Conteúdo

A primeira dica foi sobre a geração de leads, mas na verdade ela só deve ser feita depois de um bom trabalho com o Marketing de Conteúdo. Até porque, é com ele que você verá seus leads crescerem.

O marketing de conteúdo nunca foi tão relevante, quanto hoje. Atualmente, as pessoas não querem mais anúncios diretos, que somente busquem vender um produto.

Hoje em dia, a forma de fechar negócios mudou drasticamente e as empresas que não se adequam a este novo modelo de marketing, acabam perdendo mercado dia após dia.

Portanto, dedique esforços e investimentos de marketing para a criação de conteúdo relevante ao seu público-alvo.

Pois isso, além de garantir uma boa colocação no Google, irá transformar sua empresa em uma autoridade no assunto.

Ou seja, sua empresa não somente diz que entende, mas prova que entende. Tudo isso enquanto fornece informações que, além de sanar problemas do target, servirão como conteúdo relevante para a hora de fechar uma negociação.

03: Redes Sociais

As redes sociais, muitas vezes, são subestimadas por equipes de marketing das empresas B2B, mas isso é um erro gravíssimo.

Primeiro, pelo fato de que elas são determinantes para qualquer estratégia de marketing digital, não importa para qual nicho ou mercado ela se destine.

Segundo, porque um dos motivos que as redes sociais são deixadas de lado é que elas são feitas para se relacionar com clientes e os clientes são pessoas jurídicas.

Mas, aí entra o que nós dissemos no começo do artigo e reforçamos logo no primeiro tópico: Essas pessoas jurídicas são geridas e mantidas por pessoas físicas.

Quem toma as decisões pela empresa, são pessoas físicas e essas pessoas precisam ser conquistadas. Precisam criar uma relação com o seu negócio.

E, tratando-se de relacionamento fornecedor/cliente, não há nada mais assertivo do que as redes sociais.

Portanto, dedique boa parte da sua campanha de marketing digital para elas!

04: E-mail Marketing

Houve um tempo que, com o advento das redes sociais, muitos profissionais de marketing acreditaram que seria o fim do e-mail.

Mas, os smartphones mudaram essa ideia. Afinal de contas, se você deseja ter um celular ativo, obrigatoriamente precisa ter um endereço de e-mail (e o mesmo vale para as redes sociais).

Por isso, ainda hoje, o e-mail é um dos meios mais efetivos para se criar relacionamento e converter leads em clientes.

Sendo assim, é fundamental que você crie campanhas de e-mail marketing segmentadas, bem como fluxos de conteúdo para nutrir e educar os leads desta lista.

Dessa maneira, além de garantir a autoridade da sua empresa sobre aquela lista, ainda vai ser possível gerar vendas diretamente no e-mail.

Isso porque, estudos feitos pelo Neil Patel (um dos mais influentes marqueteiros digitais da atualidade) apontaram que e-mails marketing convertem até 600% mais do que os panfletos e catálogos físicos.

05: Responsividade

Os dispositivos móveis, como tablets e smartphones, caíram como uma luva para o corrido mundo dos negócios.

E, com isso, abriu-se uma nova oportunidade para o marketing digital. Afinal de contas, agora é possível acessar conteúdo, ler e-mails, ver promoções e fechar negócios de qualquer lugar, com um smartphone.

Mas, para tanto, é preciso criar campanhas, páginas e conteúdos responsivos. Ou seja, é preciso cuidar para que tudo que você produza rode tanto em computadores, quanto em dispositivos móveis.

Portanto, sempre dedique um bom tempo para tornar suas páginas e conteúdos acessíveis para qualquer plataforma, assim você aproveita todo o potencial do marketing digital.

06: Site

A grande maioria dos empresários sabe que é preciso ter um site para sua empresa. Afinal de contas, o site é a sede da nossa empresa na internet, como vimos no e-book grátis Guia Completo do Marketing Digital para Empresas.

Mas, fato é que não se pode ser qualquer site. Ou seja, não adianta criar um site básico em HTML puro, em plataformas gratuitas ou pré-fabricas, como o Wix e o Webnode, por exemplo.

É preciso ir além e criar, de fato, um site profissional, com linguagem de programação PHP/WordPress, que realmente seja atrativo ao cliente.

Até porque, cerca de 42% das pessoas afirmaram, em uma pesquisa para o Google, que o design e apresentação geral de um site é um dos principais fatores para decidirem-se acerca da credibilidade da empresa.

Além disso, estima-se que mais de 80% dos internautas desistam de acessar um site ou página web, se ela levar mais de 5 segundos para carregar.

Por estas e outras, ter um site verdadeiramente profissional é fundamental para garantir o sucesso da sua campanha de marketing digital.

07: Consumo de conteúdo

Mais acima, nós vimos o quanto o conteúdo é fundamental para gerar bons resultados com o marketing digital.

Entretanto, não adianta nada você produzir milhares de horas em conteúdo, se ele não estiver nos modelos e temas de conteúdo que o seu público-alvo consome.

Um exemplo claro disso são os fornecedores de alimentos para restaurantes e mercados. Para estes, de nada adianta criar artigos completos falando das receitas, quando o seu público-alvo está acostumado a consumir vídeos com esta temática.

Da mesma forma, não adiantará de nada produzir conteúdo que fale sobre sapatos ou carros, quando o interesse do público-alvo (com a sua empresa) não é isso.

Sendo assim, procure descobrir o que seu target consome e, principalmente, como ele consome, antes mesmo de começar a criar conteúdo.

Logo, você estará produzindo algo que as pessoas querem saber, da maneira que elas desejam. Isso, sim, é gerar conteúdo de valor.

08: Concorrência

Tal qual no marketing off-line, no meio digital também é importante sondar o concorrente e descobrir o que ele está fazendo.

Por isso, dedique ao menos uma semana para gerar um relatório completo sobre a sua concorrência.

Descubra, exatamente, o que ela está fazendo na internet:

  1. Que tipo de conteúdo ela está publicando;
  2. Em quais redes sociais está inserida;
  3. Qual é o estilo do seu site;
  4. Pontos positivos;
  5. Pontos negativos.

Com todas estas informações em mãos, ficará muito mais fácil traçar um caminho, correr atrás de onde você está deixando a desejar e, claro, passar o seu concorrente onde ele tem errado.

Até porque, vivemos uma era de excesso de informação somada a falta de atenção. Logo, criatividade e profissionalismo são essenciais para garantir os resultados digitais.

09: Técnica

O marketing digital é formado por diversas técnicas diferentes, as quais podem ser implementadas em conjunto ou separadamente.

Entretanto, cada técnica desta possui um objetivo e uma método diferente. Por isso, é fundamental afundar a cara em blogs e sites, para aprender mais sobre cada uma destas técnicas de marketing digital.

Até porque, de nada vai adiantar você implementar com sucesso uma técnica de mercado de afiliados, por exemplo, sendo que o público das empresas B2B não é interessado nesse modelo de venda!

Todavia, uma saída mais rápida e fácil para todo esse conhecimento é consultar profissionais de marketing, o que você pode fazer conosco a qualquer momento clicando aqui.

10: Testes

Uma das principais vantagens do marketing digital é o fato de você poder, sempre, mensurar todos os seus resultados e, com isso, descobrir exatamente qual foi o seu ROI, bem como onde errou e onde acertou.

Entretanto, como o marketing digital costuma gerar resultados surpreendentes, muitas pessoas contentam-se com o mínimo e deixam escapar por entre os dedos todo o potencial desse modelo.

Por isso, é fundamental que você sempre lance dois ou mais modelos de tudo que for fazer, seja uma campanha, e-mail ou etc.

Afinal de contas, você só vai saber que sua campanha que teve de 200% de ROI foi o ápice, se tiver uma outra com 100% para comparar.

Por isso, nunca se dê por contente e busque sempre testar novos modelos, para garantir que sua empresa estará extraindo, sempre, o máximo proveito do marketing digital.

>> Clique aqui para ver 09 testes que vão dobrar sua taxa de vendas <<

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe com seus amigos no Facebook e, claro, não esqueça de clicar aqui para se inscrever na nossa newsletter e receber nossas dicas, artigos e ferramentas diretamente no seu e-mail.

Veja também:

Leave a Comment